Alimentos PROBIÓTICOS e PREBIÓTICOS: entenda a diferença e sua importância

Os probióticos e prebióticos devem fazer parte de uma alimentação saudável e equilibrada, são alimentos que ajudam a manter a saúde em dia e a prevenir doenças.

Os probióticos são microrganismos vivos (bactérias) que melhoram o equilíbrio da microbiota intestinal, trazendo efeitos benéficos à saúde. São alimentos probióticos o leite, queijos, Kefir, iogurte, kambuchá, shoyu, leites fermentados entre outros.

Os prebióticos são componentes que servem para as bactérias se reproduzirem no intestino, são fibras solúveis, não digeríveis que afetam beneficamente a nossa microbiota. E estão presentes em alguns alimentos, como chicória, alho, cebola, chuchu, biomassa de banana verde, alcachofra, cereais integrais e em alguns leites e fórmulas lácteas, entre outras. Os prebióticos também são comercializados em suplementos.

Os alimentos que possuem estas substâncias são chamados de alimentos funcionais, pois além de nutrir, causam um benefício a mais para nosso corpo.

Sendo imprescindíveis em nossa dieta, os probióticos e os prebióticos se completam. Após ingeridos os prebióticos fermentam e estimulam o crescimento das bactérias probióticas, bactérias presentes em nosso intestino e que auxiliam em seu funcionamento, proporcionando inúmeros benefícios ao organismo. 

Dica: Quando necessário, e se indicado por um profissional, a ingestão também pode ser feita por suplementação! 

Benefícios dos probióticos e dos prebióticos a nossa saúde

Entre os benefícios podemos citar o controle da microbiota intestinal, tendo a diminuição da população de bactérias maléficas no nosso organismo.

Os benefícios dos probióticos são:

  • Estímulo da imunidade, melhorando o sistema imunológico;
  • Resistência do intestino aos patógenos (organismos que causam doenças);
  • Equilíbrio intestinal após uso de antibióticos;
  • Controle do colesterol e diabetes;
  • Alívio de constipação (prisão de ventre);
  • Promoção da digestão da lactose em indivíduos intolerantes à lactose;
  • Aumento da absorção de minerais e produção de vitaminas, principalmente do complexo B, entre outros.

Os prebióticos, por sua vez contribuem para:

  • Regulagem da absorção de cálcio;
  • Regulam a decomposição e armazenamento de gorduras;
  • Redução do risco de câncer de cólon, entre outros;
  • Inibição da multiplicação de patógenos (causadores de doenças);
  • Estimulam o sistema imunológico, preparando-o para enfrentar doenças;
  • Aumento de bactérias benéficas no intestino, entre outros.

Qual é a importância do consumo de alimentos probióticos e prebióticos?

O consumo regular de probióticos e prebióticos ajuda na prevenção de doenças e na manutenção de um intestino saudável. 

Uma ótima opção é incluir estes alimentos funcionais no seu café da manhã, trazendo mais saúde para a sua flora intestinal logo cedo!

Além do uso cotidiano, eles podem ser usados para reduzir sintomas de diarreia em pacientes no tratamento de quimioterapia e radioterapia, para quem fez cirurgia intestinal, entre outros casos.

Para o consumo, existem no mercado saches, suplementos e bebidas lácteas, dos probióticos e dos prebióticos, que podem auxiliar para uma ingestão adequada ou para uma suplementação de um ou de outro. 

Dica: Busque sempre a ajuda de um médico para verificar sua condição para o consumo. 

Bem agora que já sabe a importância dos alimentos funcionais para a saúde do seu intestino, bora repensar e quem sabe começar por um café da manhã mais nutritivo!

Até mais!

Fonte:
Probióticos e prebióticos: o estado da arte – por: Susana Marta Isay Saad (publicação 07/07/2006

Um comentário sobre “Alimentos PROBIÓTICOS e PREBIÓTICOS: entenda a diferença e sua importância

Conte-nos o que achou desta matéria.